Gatos Persas

Tudo sobre Gatos Persas, Himalaios e Exóticos.

Doenças de olhos mais comuns nos Gatos Persas

Neste artigo analisamos quais as doenças e infeções oculares mais comuns nos gatos de raça persa. Descrevemos as suas causas, sintomas, cuidados e tratamentos.

Em virtude da sua particular fisionomia, os gatos persas são propensos a contrair doenças nos olhos, especialmente aqueles com as caras mais achatadas. Tal como já indicamos noutro artigo publicado neste site, os olhos dos felinos desta raça exigem especiais cuidados pois que, em virtude da facilidade em se constiparem, têm tendência a produzir uma excessiva secreção ocular, que para além de desconfortável, são um meio privilegiado para a transmissão de bactérias, fungos e vírus.

Os donos deverão ter especial cuidado com a higiene ocular dos persas, devendo limpar diariamente os olhos do animal com soro fisiológico para eliminar o excesso de secreção lacrimal. Se não dispõe de soro fisiológico, pode limpar o excesso de secreção com uma toalha de papel ou um pano úmido de água morna. Tenha o cuidado de só utilizar panos limpos e não os reutilizar sem lavar, porque poderá expandir a infeção ao outro olho ou a outro gato.

Se verificarem que o bichano apresenta uma secreção ocular anormalmente excessiva, dificuldade em abrir os olhos, remelas verdes ou amareladas, comichão, vermelhidão ou outro sintoma anormal, deverá visitar um veterinário, porque são sintomas de uma possível infeção.

Também se poderá limpar os olhos do felino com uma solução salina, sem conservantes, para limpeza dos olhos de portadores de lentes de contato.

Os cuidados anteriormente mencionados são muito importantes, uma vez que devido à sua anatomia, os gatos persas têm uma extrema dificuldade em manter os olhos e a cara limpas, o que pode ser a causa de diversas doenças.

doenças nos olhos

(Crédito fotográfico: Breeds of domestic cats

As doenças oculares mais frequentes nos gatos persas são cataratas, conjuntivite, clamidiosis, glaucoma, queratitis e uveítis.

Vejamos mais detalhadamente cada uma delas:

Catarata

Tal como nos seres humanos, a catarata consiste num opacidade parcial ou total no cristalino que limita e impede a entrada de luz à retina ocular.

Geralmente aparecem em gatos já idosos, sendo normalmente causadas por infeções ou lesões, podendo ser consequência de uma predisposição genética. Também se podem manifestar em gatos diabéticos.

A catarata pode ser operada, consistindo a sua cirurgia na extração da catarata e colocação de uma lente artificial. Essa operação só é realizada quando a catarata impede a visão e atinge ambos os olhos.

Clamidiosis

Clamidiosis é uma infeção causada pela bactéria chlamydia, a qual é a principal causa do aparecimento de conjuntivite nos gatos.  Inflamação, vermelhidão nos olhos, secreções nasais, febre e úlceras na garganta e boca podem ser sintomas desta doença.

Transmite-se por contágio e atinge principalmente os gatos com menos de um ano de idade.

Conjuntivite

A conjuntivite é produzida em virtude de uma inflamação na conjuntiva ocular. A conjuntiva ocular  é uma membrana que serve para proteger o globo ocular de infeções ou outro objetos que o possam danificar.

A inflamação na conjuntiva pode ter a mais diversas causas, tais como, clamidiosis, crescimento de pelos no interior da pálpebra, irritação provocada por corpos estranhos ou por pelos, ferimentos, etc.

Os sintomas mais comuns são olhos lacrimejantes, líquido amarelo espesso e acentuada vermelhidão.

Uma conjuntivite mal tratada pode alastrar e causar a perda de visão do gato atingido, por isso é muito importante visitar um especialista à primeira suspeita desta doença, bem como ao se verificar a ocorrência de qualquer lesão no olho do animal.o, pode ser necessário uma cirurgia. Qualquer lesão deve ser verificada pelo veterinário.

Uveíte

A uveíte é uma doença ocular muito dolorosa que pode conduzir à perda de visão.

Consiste numa inflamação na zona interior do olho, podendo ter sido causada por tumores, acidentes, câncer (leucemia felina – FeLV), parasitas (toxoplasmose,  também conhecida como doença do gato) ou vírus (vírus de imunodeficiência felina – FIV, herpesvírus felino – HVF-1).

Os sintomas mais frequentes são nevoeiro ou nuvens na visão, vermelhidão, excesso de secreção lacrimal, piscar de olhos, excesso de intolerância à luz e alteração do tamanho das pupilas.

A uveíte é uma doença grave que deverá ser tratada por um médico veterinário.

Glaucoma

Glaucoma é uma doença ocular grave, com sintomas semelhantes à conjuntivite e uveíte, que pode conduzir à perda total de visão se não for tratada rapidamente.

O glaucoma é produzido por uma pressão intraocular elevada e os sintomas mais comuns são aumento da sensibilidade à luz, inchaço no olho ou vermelhidão.

As principais causas de glaucoma são infeções, inflamações, feridas e cataratas.

A percentagem de gatos persas com esta doença é bastante elevada e os sintomas mais nítidos tardam a se manifestar. É por isso que é tão importante visitar um veterinário sempre que suspeitarmos de qualquer anormalidade no olho do felino. Também é aconselhável verificar com regularidade a pressão ocular do gato.

O tratamento inicial é efetuado com o gato hospitalizado, com recurso à cirurgia para remoção do olho nos casos mais avançados de glaucoma.

Ceratite

A ceratite é uma inflamação na córnea ocular, com sintomas muito semelhantes à conjuntivite, mas muito dolorosa. Se não for tratada a tempo por um médico veterinário, provoca a perda total ou parcial da visão.

doenças nos olhos

(Crédito fotográfico: Hope for Fip)

Oftalmologista de animais

Tal como existem médicos especializados em doenças de olhos dos seres humanos, também existem médicos veterinários com a especialidade de oftalmologia. São profissionais que se especializaram no tratamento de doenças dos olhos de animais.

Dr Swinger - médico veterinário oftalmologista

(Crédito fotográfico: Dr Robert Swinger)

Pesquise na sua zona de residência, pois é bem possível que encontre um veterinário detentor de uma pós-graduação universitária nessa área de estudos.

O Dr. Fernando  Labarotti é formado em medicina veterinária no Royal Veterinary College, da Universidade de Londres, com pós-graduação em oftalmologia nessa prestigiosa instituição universitária.

Desde 1994 dá consultas de oftalmologia no Hospital Veterinário de Londres. Além de um excelente profissional, o Dr. Labarotti é um apaixonado por animais, com especial predileção pelos gatos persas, sendo um criados certificado desta raça de gatos.

Tivemos o privilégio de o conhecer numa exposição felina realizada em 2012 na capital britânica. Naquela ocasião, o Dr. Labarotti nos concedeu uma entrevista, que publicámos no boletim da Federação de Criadores Europeus, da qual transcrevemos um pequeno excerto:

[…]

Gatos Persas: Existem raças de gatos mais propensas a contraírem nos olhos?

Dr. Laboratti: Sim, algumas raças requerem com maior frequência a intervenção de um médico veterinário com a especialidade  de oftalmologia.

Gatos Persas: Quais raças?

Dr. Laboratti: Os gatos persas, em virtude da sua fisionomia, são os principais candidatos a contrair doenças oculares, tais como conjuntivites, uveíte, clamidiosis, glaucoma, etc.

Gatos Persas: Que conselho daria a um proprietário de um gato persa?

Dr. Laboratti: Limpeza diária dos olhos do animal com pano umedecido em soro fisiológico, visitas frequentes ao veterinário para exames, tal como verificação da pressão ocular, visitar o veterinário sempre que se verifique algo anormal nos olhos do animal, tal como excesso de secreção lacrimal, remelas amarelentas, sangue, vermelhidão, inchaço, dificuldade em suportar a luz, feridas, etc.

Gatos Persas: Nesses caso é importante que o médico tenha a especialidade de oftalmologia?

Dr. Laboratti: Não, pode ser um médico veterinário normal, porém se existir necessidade de intervenção cirúrgica ou em casos mais complicados a especialidade de oftalmologia é uma vantagem.

Gatos Persas: É uma especialidade rara?

Dr. Laboratti. Não é rara. Hoje em dia existem muitos médicos veterinários possuidores dessa titulação, não somente no Reino Unido e Estados Unidos da América, mas em todo o mundo, incluindo o Brasil e Portugal.

[…]

Multimédia

Como limpar os olhos de seu gato

Neste vídeo se mostra como limpar corretamente os olhos dum gato com gaze umedecida em soro fisiológico:

Artigos relacionados:

– Cuidados com gatos persas.

– Alimentação dos Gatos Persas.

– PDK: doença renal policística comum nos Gatos Persas.

– Pentear e Escovar o Pelo dos Persas.

Back to Top